Remédios naturais para olheiras em mulheres - Melhor Com Saúde

Remédios naturais para olheiras em mulheres

Dependendo da cor de nossas olheiras, elas terão uma origem ou outra. Embora possam ser eliminadas com remédios naturais, recomendamos consultar um especialista antes, para entender qual é o melhor tratamento.

Além de evidenciar um aspecto cansado e doentio, as olheiras podem ser um sinal de desequilíbrio do corpo. Explicaremos aqui suas causas, seus tipos de acordo com a cor e os remédios naturais que dispomos para combatê-las, melhorando o visual e a saúde.

Causas

De acordo com a medicina natural, as causas principais das olheiras recorrentes (não as causadas por insônia, excessos, etc) podem ser:

  • O consumo excessivo de alimentos ácidos
  • A falta de hidratação
  • Sobrecarga de toxinas em algum órgão: fígado, vesícula, rins e pulmões

Olheiras por hiperacidez

O excesso de acidez é fruto de uma dieta pobre (excessivamente acidificante), o uso rotineiro de medicamentos como aspirina ou ibuprofeno, maus hábitos, stress ou digestão muito fraca. No caso da alimentação, evite produtos ricos em açúcares, frituras e refinados, além de ácidos, e opte pelos seguintes:

Abacaxi

– Couve

– Pimentão

– Batata

– Milho

– Uva

– Aipo

– Limão

limon-Chugy

Apesar de cítrico e ácido, o limão neutraliza os ácidos uma vez no estômago, pelo que recomenda-se seu uso rotineiro em combinação com as refeições e na forma de suco com água.

Olheiras por falta de hidratação

A falta de hidratação pode ser resolvida pelo hábito de tomar pelo menos 2 litros de água fora das refeições, além de sucos naturais, caldos ou infusões, sempre evitando o açúcar e o excesso de sal. Os excelentes resultados poderão ser observados em poucos dias, também na pele, no nível energético etc.

Olheiras por sobrecarga de toxinas em algum órgão

Essa terceira causa será detectada facilmente pela cor das olheiras:

  • Cor amarelada: Acordamos muitas vezes com olheiras. Sua cor e duração terão um significado diferente. A cor amarela quase sempre aponta para o fígado e a vesícula, e, nesse caso, significa que estes estão sobrecarregados. Tomar infusões de plantas amargas (alcachofra, boldo, cardo de leite, dente de leão etc) para evitar gorduras prejudiciais para a saúde, além de dormir com uma bolsa de água quente sobre as costelas direitas para aquecer o fígado.

diente-de-leon-Danel-Solabarrieta

  • Cor escura ou preta: Quando as olheiras são escuras até pretas, os órgãos afetados são rins, bexiga e órgãos reprodutores, fruto de um problema antigo no sistema digestivo. Se forem os rins, tomar diariamente caldo de aipo e cebola e chá de bardana para evitar a desidratação e facilitar a função renal. Em caso de os órgãos reprodutivos serem afetados, deve-se conhecer exatamente o problema de saúde para, em seguida, tratá-lo adequadamente.
  • Cor pálida ou cinza: A cor pálida ou acinzentada é relacionada também aos rins ou, em alguns casos, aos pulmões. Neste caso, um desses órgãos não está funcionando corretamente devido à drenagem linfática inadequada. Noutros casos, pode referir-se ao sistema hormonal. No caso dos rins, adotar os remédios discutidos no ponto anterior e, para os pulmões, recomendam-se excursões para ambientes naturais, como praia ou floresta, para respirar profundamente ao ar livre. Obviamente, evitar, tanto quanto possível, o contato com fumos de tabaco e ambientes contaminados. No caso de um problema hormonal, pode-se tomar por três meses remédios naturais como o pimenteiro-bravo ou a maca, que funcionam como reguladores hormonais.

Recomendamos sempre consultar um médico antes de qualquer tratamento, mesmo que esse seja com remédios naturais, uma vez que alguns podem ser contraindicados para certas doenças ou certos medicamentos.