Remédios naturais para a pressão baixa

Remédios naturais para a pressão baixa

Se temos pressão baixa, é importante que, para evitar tonturas e episódios de hipoglicemia, nos alimentemos com frequência, evitemos as mudanças de temperatura bruscas e realizemos atividade física moderada.
Pressão baixa

Muitas pessoas sofrem quedas de pressão (hipotensão) pontuais, quando a pressão sanguínea fica muito mais baixa que o habitual. No entanto, há pessoas que sofrem com a pressão baixa o tempo inteiro, sobretudo em épocas de calor ou situações de estresse.

Neste artigo falaremos sobre os sintomas, as possíveis causas e os remédios naturais que nos ajudarão a preveni-la.

Sintomas da pressão baixa

  • Fadiga
  • Apatia
  • Fraqueza
  • Desmaios
  • Náuseas
  • Sonolência
  • Suor excessivo
  • Palidez

Causas da pressão baixa

Entre as possíveis causas da hipotensão, podemos destacar:

  • Dieta deficiente em calorias, proteínas, vitamina C ou vitaminas do complexo B
  • Hemorragias internas do trato gastrointestinal, rins ou cólon
  • Baixos níveis de açúcar no sangue (hipoglicemia)
  • Mal funcionamento da tireoide
  • Estresse e esforços excessivos
  • Problemas emocionais
  • Efeitos colaterais de alguns medicamentos, como antidepressivos e diuréticos
  • Alterações cardíacas

Explicação emocional

Segundo alguns terapeutas que trabalham com psicossomática, buscando a explicação emocional de cada doença, a hipotensão poderia estar ligada a uma falta de amor na infância, ou a uma atitude de derrotismo diante da vida, como o sentimento negativo de que qualquer coisa que fizermos não serviria de nada.

Tratamento natural

Além de recorrer a algum dos remédios naturais que comentaremos a seguir, deveremos seguir também estes conselhos simples:

  • Adotar uma dieta equilibrada e sem abusar de nada
  • Comer quantidades pequenas e com frequência
  • Tomar sucos naturais de frutas e verduras
  • Consumir cereais integrais
  • Não abusar do sal, mas também não eliminá-lo completamente da dieta
  • Beber água suficiente durante o dia, entre as refeições
  • Fazer exercícios suaves diariamente
  • Dormir com a cabeça um pouco elevada
  • Não fazer movimentos bruscos
  • Evitar o calor excessivo

suco-com-maca-Food-Thinkers

Abaixo, falaremos sobre alimentos e plantas medicinais com propriedades específicas para elevar a pressão arterial.

Pólen

O pólen de abelhas é um remédio excelente para elevar um pouco a pressão arterial sem alterá-la. Além disso, é muito completo nutricionalmente, já que contém proteínas, vitaminas, minerais e hidratos de carbono.

É recomendado especialmente para pessoas que também sofrem de anemia ou fraqueza, falta de apetite, em períodos de desgaste elevado, durante a gravidez ou amamentação e, em geral, para aumentar nossas defesas. Se o consumirmos diariamente, notaremos rápido quanta energia nos proporciona.

Podemos consumir uma colher de chá diária de pólen bem moído, para que nosso organismo possa assimilá-lo. Podemos misturá-lo com água se o sabor nos incomoda, ou com sucos, iogurte etc.

As pessoas que acham que podem ter uma alergia ao pólen podem começar tomando um pequeno grão e ir aumentando um grão a mais a cada dia.

Alcaçuz

Esta raiz tem muitos benefícios para a saúde e é recomendada especialmente para elevar a pressão. Assim, pessoas com pressão alta não devem consumi-la. Além de melhorar a digestão e proteger o fígado, ou nos ajudar no caso de resfriados, tosse e dor de garganta, podemos consumir alcaçuz diariamente se quisermos evitar a pressão baixa.

Podemos encontrar alcaçuz sob a forma de pastilhas ou extrato, e também podemos preparar uma infusão, fervendo a raiz por pelo menos 10 minutos, por causa de sua espessura. Por fim, também podemos conseguir sua versão in natura, em forma de palito, para ir mastigando durante o dia. Muitas pessoas a consomem assim para ajudar a eliminar o mau hálito causado pelo cigarro.

Alecrim

O alecrim é um tônico ótimo que aumenta moderadamente a pressão, além de ter potentes propriedades circulatórias. É muito rico em ferro e tem um alto poder antioxidante. Tomaremos chás de alecrim com mel no meio da manhã e no meio da tarde durante 10 dias.

Também podemos aplicar topicamente álcool de alecrim, uma opção muito refrescante.

alecrim-net-efekt-500x375

Óleo essencial de hortelã

A hortelã tem um aroma delicioso e muito refrescante, que além de nos revitalizar também nos ajuda no caso de tonturas, vertigens e dores de cabeça. Podemos aplicar uma gota do óleo essencial em cada têmpora e massageá-la suavemente, ou misturar a planta com um óleo vegetal, aloe vera ou com nosso creme corporal preferido.

Hidroterapia

O remédio mais econômico natural é sempre a hidroterapia, o uso da água em diferentes temperaturas para ativar e relaxar nosso organismo. Nesse caso, recomendamos os banhos alternados de pés e pernas. Podemos fazer isso usando baldes de água fria e quente, ou até na ducha.

O importante é começar rapidamente com a água quente, por uns 10 segundos, e depois com a água fria, por uns 30 segundos, e irmos alternando o calor e o frio. Finalizaremos com água fria e secaremos as pernas esfregando-as bem com uma toalha macia.

Imagens cortesia de FoodThinkers e net-efekt.