Tabagismo: conheça os riscos do para sua saúde

Os riscos do tabagismo para sua saúde

Que o cigarro faz mal à saúde, todo mundo já sabe. Mas, será que você sabe ao certo realmente todos os riscos que o tabagismo pode causar na sua vida?

As doenças relacionadas ao tabaco são muitas. O hábito de fumar pode causar o aumento do ritmo cardíaco, infarto agudo do miocárdio, derrame cerebral, angina, elevação do mau colesterol (LDL), menopausa precoce, gastrite, úlcera gástrica, enfisema pulmonar, bronquite crônica, doença obstrutiva arterial periférica, tromboangeite obliterante, obstrução progressiva das artérias, o que pode culminar em amputação e câncer no fígado, rins, coração e pulmões, além dos sintomas agudos, como irritações nasais, na garganta e nos olhos, tonturas e dor de cabeça.

Porém, o que muita gente não sabe é que, normalmente, os fumantes que decidem abandonar o cigarro industrializado, resolvem partir para outras formas de consumo do tabaco, como charutos, cachimbos, narguilés e cigarrilhas. O problema também se faz presente, já que estas práticas são igualmente  perigosas.

Entenda melhor como cada forma de consumo de tabaco é nociva à saúde e largue de uma vez por todas esse vício!

Charuto

Mal que o tabagismo faz para saúde.

(Foto: Jordan Larrigan)

Normalmente, quem fuma charuto apresenta um aumento considerável no risco de desenvolver doença pulmonar obstrutiva crônica e mais chances de desenvolver doenças cardíacas. Isso ocorre porque o charuto mantém as folhas do tabaco inteiras e não possui filtro, intensificando os danos.

Saiba mais sobre o tabagismo

As folhas comumente usadas no charuto são queimadas ao sol, ato este diferente dos cigarros industrializados. Essa prática acaba por alterar o pH da folha, fazendo com ela seja absorvida pela mucosa da boca em vez de pelo pulmão. Por conta disso e pela falta de filtro, o risco de o fumante desenvolver câncer de boca aumenta em relação ao cigarro industrializado.

Narguilé

Como deixar o tabagismo

Estudos afirmam que uma sessão de narguilé de aproximadamente 80 minutos equivale a nada menos do que fumar 100 cigarros.

O fumo utilizado no narguilé contém as mesmas substâncias tóxicas do tabaco, ou seja,  nicotina, alcatrão, monóxido de carbono e metais pesados. O problema é que ele possui uma concentração maior de nicotina, tornando o risco de dependência consideravelmente maior.

Sem contar que o enfraquecimento dos dentes e câncer na boca são os principais males causados pelo narguilé, sendo que os riscos de desenvolver problemas de saúde são iguais aos do cigarro.

Cachimbo

Abandonar o tabagismo

O cachimbo é basicamente feito com a mistura de dois tipos de tabaco, a Nicotiana tabacum e a Nicotiana rústica, e não é envolvido em papel ou qualquer outro aditivo, salvo os fumos para cachimbo que contêm sabor.

As chances de a pessoa ficar viciada em cachimbo não são muito diferentes das do cigarro e esse tipo também está associado ao aumento da mortalidade por câncer de pulmão, laringe, esôfago e outros graves problemas na cavidade oral. Evite está modalidade de tabagismo.

Cigarrilha

Nada mais é do que a versão mais curta e estreita do charuto. Diferente dos cigarros, que são envolvidos em papel, as cigarrilhas são envolvidas em folhas de fumo. Vale ressaltar que os teores de nicotina deste produto são mais elevados, desencadeando maior dependência e mais chances de desenvolver doenças relacionadas ao tabaco.