Prurido anal: tudo que você precisa saber sobre ele

Tudo que você deveria saber sobre prurido anal

Mesmo que o prurido anal possa responder a diferentes causas, uma dieta e higiene adequadas podem ser fundamentais na hora de evitá-lo. Procure incluir fibras em sua alimentação regularmente.
Tudo que você deveria saber sobre o prurido anal

Existe uma possibilidade muito grande de você nunca ter ouvido falar sobre prurido anal. No entanto, o curioso do caso é que muitas pessoas já sofreram ou sofrem com ele.

Na verdade, esta condição é muito mais comum do que você imagina.

O prurido anal

Mesmo que em termos médicos ele seja chamado de prurido anal, esta denominação não costuma ser muito comum.

Entre as pessoas leigas é conhecido como coceira anal ou do ânus.

De tal forma se contextualiza um pouco este incômodo problema, mas do que se trata?

O prurido ou coceira anal, tal como seu nome indica, é uma coceira que se apresenta na região ou nos arredores do ânus.

Isso costuma causar vermelhidão, inchaço e, logicamente, excessiva coceira. 

Tanto homens quanto mulheres podem ser afetados por este incômodo problema, mesmo que os homens costumem formar a maior parte dos casos.

Leia também: Você tem coceira vaginal? Pode ser por estas razões

Causas do prurido anal

Coceira e prurido anal

De acordo com a informação médica sobre este problema, o prurido anal não está relacionado com deficiências ou doenças no ânus. Este é um sintoma de acontecimentos próprios dos tecidos cutâneos da área.

Seguindo esta lógica, muitas podem ser as causas de seu aparecimento. A seguir estão algumas das mais consideráveis.

Irritação ou alergia a substância químicas

Existe um grande número de químicos relacionados com a região do ânus. Muitos inclusive chegam a ser desconhecidos para as pessoas.

Apesar do que foi dito anteriormente, diversos produtos de higiene pessoal costumam incluir em sua fabricação componentes que podem chegar a provocar reações alérgicas nos tecidos cutâneos. 

Exemplos claros de produtos com conteúdo químico são:

  • Papel higiênico
  • Talcos medicinais
  • Sabonetes (íntimos e convencionais)
  • Perfumes
  • Cremes

Limpar-se com força excessiva

Papel higiênico

A higiene é um fator fundamental do ser humano, especialmente quando se fala da região anal. Esta costuma se sujar muito na hora de ir ao banheiro para expulsar as fezes.

Com relação a isso, o ideal é se limpar da forma correta. O problema é que, em certos casos, a higiene é tão exagerada que termina sendo nociva para a pele.

Se ao utilizar as mãos e o papel higiênico se exerce muita força, isso pode levar a lesões e irritações por causa da fricção e acaba causando prurido anal.

Má higiene

Em contraposição ao argumento anterior sobre a higiene, adotar maus hábitos de limpeza com relação ao ânus pode levar a diversos problemas.

O ideal é remover todos os excessos de fezes da região, com cuidado para não exercer muita pressão.

O material fecal, ao não ser removido por completo, se aloja na abertura anal e isso, quase que de imediato, gera a sensação de coceira ou prurido.

No entanto, esta situação costuma acontecer com maior ênfase quando o material excretado é líquido.

Dietas irritantes

Pimenta pode aumentar o prurido anal

Existem alimentos pouco favoráveis ao organismo. No entanto, estes dependem de cada pessoa, já que não afetam a todos da mesma maneira.

O ânus pode ficar irritado após o consumo de alguns alimentos, independentemente de quais problemas o indivíduo apresente.

Alguns dos ingredientes que é bom evitar são:

  • Alimentos picantes ou ácidos (pimenta caiena, chili, cítricos ou tomate)
  • Bebidas com cafeína (refrigerantes, café ou chá)
  • Chocolate
  • Temperos

Formas de combater o prurido anal

Felizmente, existem algumas alternativas naturais para combater o prurido.

Alho

As propriedades antissépticas e antibacterianas deste ingrediente são perfeitas para tratar a coceira da região anal.

Podemos consumi-lo diretamente ou inclui-lo em nossas receitas como tempero.

Aloe vera

Aloe vera contra o prurido anal

A babosa oferece propriedades calmantes e suavizantes que combatem a dor, a inflamação e o prurido anal.

A aplicação dos cristais também contribui para o tratamento das hemorroidas.

Iogurte

Cabe ressaltar que nem todos os tipos de iogurte são aptos para tratar a coceira do ânus.

  • Neste caso recomenda-se o de origem natural com alto teor de probióticos (bactérias saudáveis para o organismo).
  • Tais micro-organismos favorecem o bem-estar da região e combatem os problemas associados ao prurido.
  • Para obter seus benefícios podemos aplicar o iogurte diretamente ou mesmo consumi-lo (pelo menos 2 xícaras por dia).

Fibras

Aumentar o consumo de fibras através da dieta contribui para o trabalho digestivo. Desta forma, conseguiremos que as fezes não fiquem tão líquidas.

Com o passar do tempo, isso pode ajudar a tratar a prevenir o prurido anal.