Como saber se tenho úlceras estomacais?

Como saber se tenho úlceras estomacais?

Além de não abusar dos anti-inflamatórios, devemos nos lembrar de que as úlceras estomacais podem ter um componente genético, por isso, se este for o seu caso, é preciso intensificar as precauções.
Como saber se tenho úlceras estomacais?

As úlceras estomacais são feridas dolorosas que podem surgir na parede do estômago ou do intestino delgado. Elas costumam ocorrer quando a camada grossa de muco que protege  estômago dos sucos digestivos é reduzida, permitindo que os ácidos usados na digestão “comam” os tecidos da parede do estômago.

No começo, não se trata de uma condição especialmente grave, principalmente considerando que ela pode ser curada com uma certa facilidade. No entanto, se não dermos a elas o tratamento correto, as úlceras estomacais podem evoluir e se tornar mais severas e perigosas.

Hoje iremos falar sobre algumas das causas principais das úlceras estomacais e também sobre os seus principais sintomas. Saber mais detalhes sobre esta condição é fundamental para diagnosticá-la e dar início ao tratamento, evitando desconfortos e dores mais fortes.

Principais causas das úlceras estomacais

ulceras-estomacais

Como falamos anteriormente, as úlceras ocorrem quando os ácidos que fazem parte do trato digestivo “comem” a parte interna do estômago, causando feridas abertas e doloridas, que podem inclusive sangrar.

Não existe uma única causa que pode explicar o surgimento de todos os casos das úlceras estomacais. Entretanto, a ciência pôde identificar que elas são resultado de um desequilíbrio entre os fluídos digestivos no estômago e no duodeno.

Em outras palavras, quando a quantidade de ácido presente no estômago aumenta ou a quantidade de muco que reveste as paredes estomacais são reduzidas (ou ambas as coisas acontecem ao mesmo tempo), as úlceras podem surgir.

O que pode causar este desequilíbrio? Estes são alguns dos principais fatores:

  • A maioria dos casos ocorre devido a uma bactéria conhecida como Helicobacter pylori (H. pylori). Não se sabe exatamente como ela é contraída, embora isso possa ocorrer através da água e da ingestão de alimentos, ou do contato próximo entre duas pessoas. Geralmente esta bactéria não causa problemas, mas há situações em que ela pode provocar inflamações na camada interna do estômago, resultando na formação de úlceras.
  • Uso frequente de medicamentos. Alguns medicamentos com os quais estamos acostumados no nosso dia a dia, quando ingeridos em excesso, podem irritar ou inflamar as paredes do estômago e do intestino delgado, favorecendo o surgimento das úlceras.
  • Hiperacidez no estômago, algo que pode decorrer de fatores genéticos, do consumo de certos alimentos e de alguns aspectos do estilo de vida, como a ingestão excessiva de álcool ou o hábito de fumar.

Principais sintomas das úlceras estomacais

dor-abdominal

É importante saber identificar os principais sintomas desta condição para consultar um médico e obter informações sobre o melhor tratamento para cada caso.

Para saber se você pode estar sofrendo com as úlceras estomacais, fique atento aos seguintes aspectos:

  • Sensação de queimação e dor na área entre o peito e o umbigo. Este costuma ser o principal sintoma das úlceras estomacais.
  • Perda de peso inesperada e repentina
  • Inchaço na região abdominal
  • Arrotos e refluxo ácido
  • Náusea e vômitos
  • Alterações no apetite

A dor costuma ser mais forte quando o estômago está vazio, e a sua duração pode variar entre alguns minutos e algumas horas. Ela pode surgir e desaparecer de tempos em tempos, e também podemos sentir um alívio quando bebemos, comemos certos alimentos ou tomamos algum tipo de medicamento antiácido.

É importante lembrar que a intensidade com a qual estes sintomas são sentidos está relacionada à severidade das úlceras. Mesmo que o desconforto seja algo suave, não é recomendado ignorá-lo, já que se esta condição não for tratada ela pode evoluir e se tornar mais grave com o tempo.

Por este motivo, se estiver sentindo alguns destes sintomas de forma constante, consulte o seu médico assim que possível.

Tratamento para as úlceras estomacais

azeite-de-oliva-extra-virgem

Algumas mudanças no estilo de vida podem contribuir muito para a melhora das úlceras estomacais:

  • Parar de fumar
  • Manter uma dieta saudável e equilibrada
  • Não ingerir bebidas alcoólicas em excesso
  • Evitar alimentos que podem favorecer as úlceras, como o café, os cítricos, as gorduras, o chocolate, a hortelã e os alimentos picantes.
  • Não consumir medicamentos com frequência

Além disso, também podemos fazer uso de alguns remédios naturais para tratar as úlceras. Estas são algumas sugestões:

  • Misturar duas claras de ovo e duas colheres de azeite de oliva.
  • Adicionar duas colheres de aloe vera em um copo de água e acrescentar uma colher de mel. Beba 15 minutos depois do almoço e do jantar.
  • Faça uma batida com uma laranja e uma fatia e mamão e beba duas vezes ao dia.
  • Faça uma infusão com um litro de água para cada duas colheres de fenacho, também chamado de feno-grego. Coe e adoce com mel.
  • Prepare um suco curativo com 1/2 kiwi e 1/4 de melão. Adicione a quantidade de água necessária e beba imediatamente.