Saiba mais sobre a escoliose - Melhor com saúde

Saiba mais sobre a escoliose

A escoliose caracteriza-se pelo encurvamento da coluna vertebral, que pode ocorrer no meio ou lateralmente.

Principais Causas

Antes de tudo, vale ressaltar que há tipos distintos de escoliose: a congênita, a neuromuscular e idiopática.

A escoliose congênita ou de nascença é proveniente de um problema com a formação dos ossos da coluna vertebral  ou até mesmo um problema na fusão das costelas durante o desenvolvimento do feto ou do bebê recém nascido.

Já a escoliose neuromuscular, é derivada de problemas como fraqueza muscular ou paralisia decorrente de algumas doenças, como a paralisia cerebral, a distrofia muscular, entre outras.

A escoliose idiopática ainda não possui causa conhecida e em adolescentes é o tipo mais comum.

É importante saber que algumas pessoas são mais propícias ao encurvamento da coluna e as meninas estão dentro deste grupo. O encurvamento geralmente é agravado durante o processo de crescimento.

Alguns sintomas

Você deve começar a suspeitar de escoliose quando um dos seus ombros parecer mais alto que o outro. Outros sintomas da escoliose podem incluir:

  • Dor lombar e nas costas. É importante saber que a dor será persistente caso haja uma inflamação no tecido mole e desgaste dos ossos da coluna vertebral;
  • Fadiga;
  • Ombros ou quadris que parecem assimétricos;
  • Coluna vertebral encurvada anormalmente para o lado;
  • Fadiga na coluna vertebral após longa permanência de pé ou sentado.

escoliose1-500x325

Buscando ajuda médica

Ao se consultar com um médico, o mesmo realizará um exame físico, inclusive um teste de curvatura para frente, o que ajudará a definir a curvatura. O médico realizará outros diversos testes e exames para diagnosticar a escoliose. Alguns testes são:

  • Exame com escoliômetro, um dispositivo que mede a curvatura da coluna vertebral;
  • Raios X da coluna vertebral, frontais e laterais;
  • Ressonância magnética;
  • Exame neurológico com a finalidade de detectar mudanças na resistência, na sensibilidade ou nos reflexos, além de um exame de raio-x.

Tratamento do problema

O tratamento depende da causa da escoliose, do tamanho e da localização da curva, além de quanto crescimento o paciente ainda terá.

Caso a curvatura se agrave, o uso de órteses será recomendado para ajudar a retardar a progressão da curva.

Se o caso for de cirurgia, será necessário esperar pelo momento apropriado para realizar tal procedimento, pois é preciso esperar o crescimento normal dos ossos para fazer uma intervenção cirúrgica. 

Entretanto, pode ser que seu caso necessite de cirurgia antes disso, caso a curva na coluna for grave ou estiver se agravando rapidamente.