Câncer de estômago: nova técnica permite detectá-lo em duas horas

Técnica detecta câncer de estômago em apenas duas horas

Ainda que atualmente esta técnica só seja utilizada para detectar o câncer de estômago, é possível que no futuro ela também possa ajudar no diagnóstico precoce de outros tipos de tumores.
Técnica detecta câncer de estômago em apenas duas horas

O câncer de estômago ou adenocarcinoma é o quinto tumor maligno mais frequente no mundo. Apesar de desconhecermos as causas exatas de seu desenvolvimento, o segredo para enfrentá-lo está, sem dúvida, no poder de detectá-lo em sua fase mais precoce.

O mais complexo desta doença é que costuma apresentar, de início, sintomas que não são excessivamente problemáticos para os pacientes: sensação de queimação, digestões pesadas…

No entanto, ao surgir, por exemplo, sangue nas fezes ou ocorrer uma perda de peso inexplicável, a pessoa já estaria com um câncer em uma fase mais avançada, sendo necessárias técnicas mais agressivas para enfrentar as células cancerígenas.

Foi no mês de maio deste mesmo ano que uma equipe de jovens médicos do México, Grécia e Chile desenvolveu um biomarcador com o qual se facilitaria a detecção precoce do câncer de estômago.

Bastaria somente um exame e uma espera de duas horas para descartar o diagnóstico da doença em suas fases mais iniciais. Algo que, sem dúvida, elevaria de forma notável a expectativa de vida destes pacientes.

É uma notícia muito positiva que desejamos compartilhar com você.

Câncer de estômago, a necessidade de um diagnóstico precoce

Apesar do câncer de estômago não ser tão frequente nem agressivo como o de pulmão, sabe-se que a cada ano são diagnosticados no mundo cerca de um milhão de afetados.

Se a doença estiver nas fases mais avançadas, será uma luta mais complexa.

  • Este tipo de tumor é especialmente comum nos países do Pacífico e, ainda que esteja associado muitas vezes ao tabaco, outro fator que deve ser levado em consideração é a bactéria Helicobacter pylori.
  • Esta bactéria, apesar de estar presente no revestimento do estômago de muitas pessoas, pode se misturar com outros fatores, o que ajudará no desenvolvimento de células cancerígenas.
  • A Helicobacter pylori é uma precursora da doença sempre e quando a pessoa tem um gene muito específico, o cagA (gene A associado a citotoxina).

Deste modo, podemos concluir que a probabilidade de sofrer ou não desde tipo de câncer é uma sutil combinação entre nossos hábitos de vida, a alimentação, a genética e, ainda, a presença de diversos tóxicos ambientais.

Prevenir este câncer é muito complicado. Agora, o que nos dizem os especialistas é que se um câncer de estômago for detectado em sua fase inicial, a chance de sobrevivência é de 90%.

Por isso essa notícia nos enche de esperança.

câncer-de-estômago

Os criadores do biomarcador

Os responsáveis por este trabalho foram o engenheiro chileno Alejandro Tocigl, a cientista grega Foteini Christodoulou e o engenheiro eletrônico mexicano Jorge Soto.

  • Estes jovens cientistas desenvolveram um biomarcador que permite diagnosticar a doença em somente algumas horas e graças a um simples exame de sangue.
  • O trabalho foi apresentado no programa da Singularity University, uma iniciativa financiada pelo Google e pela NASA, com a finalidade de dar respostas a diversas necessidades médicas e sociais.
  • O estudo e o desenvolvimento deste biomarcador são o resultado de um trabalho de mais de três anos desenvolvido na Universidade da Califórnia, em São Francisco (UCSF)

Gotas de sangue que salvam vidas

A necessidade de criar uma nova técnica de detecção era algo muito importante.

Atualmente, os pacientes que apresentam sintomas associados a um possível câncer de estômago devem esperar consultas com seus especialistas, onde farão desde endoscopias até outros testes igualmente complexos, invasivos e caros.

Algo tão simples como incluir em nossos exames de sangue rotineiros este biomarcador para detectar um possível tumor de estômago poderia revelar sua presença muito antes do surgimento de qualquer sintoma.

  • Uma vez realizado o exame, o sangue passa por uma pequena máquina chamada Miroculus, que tem a capacidade de decifrar em condições muito simples a combinação dessas moléculas associadas ao câncer.
  • A máquina oferece o diagnóstico em somente duas horas. Algo simples, seguro e eficaz, que esperamos que em 2018 chegue à maioria dos países do mundo.
  • Tendo em vista seus bons resultados, espera-se que em pouco tempo possam ser adicionados outros marcadores para que Miroculus possa detectar também outros tipos de câncer e outras doenças.
  • É um tipo de tecnologia econômica que reduziria os custos de outros exames e que ofereceria, sem dúvidas, um diagnóstico precoce e eficaz. Infelizmente, no entanto, ela não estará disponível até 2018.

alimentação-prevenir-câncer-de-estômago

Porém, nunca é demais lembrar que para contribuir com o diagnóstico precoce do câncer – ou qualquer outra doença – não devemos nos esquecer de visitar nossos médicos diante qualquer sintoma ou qualquer irregularidade que sintamos em nosso corpo.

Porque prevenir é vida.