Teste para comprovar seu nível de ansiedade - Melhor com Saúde

Teste para comprovar seu nível de ansiedade

Devemos aprender a lidar com as nossas emoções e nossos níveis de ansiedade para que não afetem negativamente o nosso organismo.

Ansiedade… Todos sofremos com ela, alguns mais do que outros.  Trata-se de um estado que pode ser adequado até certa medida, o suficiente para nos mantermos alertas diante de determinados estímulos. Porém, quando crônica pode ser daninha, por isso é bom que você saiba responder a uma simples pergunta: sua ansiedade está dentro dos limites normais ou já atingiu um ponto onde é preciso reagir para o bem de sua própria saúde? Se for isso o que você quer saber, o convidamos a continuar lendo esse artigo para encontrar algumas respostas.

Teste de ansiedade

Esse teste é muito simples e ao mesmo tempo ilustrativo. Com ele mediremos todas as escalas que conformam a ansiedade e que devemos considerar: sintomas físicos, cognitivos, comportamentais…

Claro que existem temporadas em que nossa ansiedade aumenta devido a fatores pessoais, mas, em geral, é preciso prestar atenção e controlá-la de forma adequada. Uma pontuação elevada indicará que é o momento de fazer pequenas mudanças, estabelecer prioridades e principalmente, PENSAR EM SI MESMO.

Então, em nosso espaço recomendamos se cuidar e amar mais, e ser feliz todos os dias, alimentando seus sonhos. Além disso, para orientar você sobre seu nível de ansiedade fornecemos o teste abaixo, então, pegue caneta e papel e vamos começar!

1. Escala de sintomas cognitivos

Fear

a) Não consigo me concentrar com facilidade.

– Nunca (0 pontos)

– Poucas vezes (2 pontos)

– Frequentemente (3 pontos)

– Sempre (4 pontos)

b) Costumo olhar sempre o lado ruim das coisas e, inclusive, antecipo coisas negativas em relação às positivas.

– Nunca (0 pontos)

– Poucas vezes (2 pontos)

– Frequentemente (3 pontos)

– Sempre (4 pontos)

c) Costumo ter falhas de memória.

– Nunca (0 pontos)

– Poucas vezes (2 pontos)

– Frequentemente (3 pontos)

– Sempre (4 pontos)

d) Costumo ter pensamentos negativos.

– Nunca (0 pontos)

– Poucas vezes (2 pontos)

– Frequentemente (3 pontos)

– Sempre (4 pontos)

e) Tomar decisões é difícil para mim, sempre enrolo pra fazer as coisas.

– Nunca (0 pontos)

– Poucas vezes (2 pontos)

– Frequentemente (3 pontos)

– Sempre (4 pontos)

2. Escala de sintomas comportamentais

amor-2-500x857

a) Costumo comer para melhorar minha ansiedade.

– Nunca (0 pontos)

– Poucas vezes (2 pontos)

– Frequentemente (3 pontos)

– Sempre (4 pontos)

b) Costumo evitar muitas situações ao invés de enfrentá-las.

– Nunca (0 pontos)

– Poucas vezes (2 pontos)

– Frequentemente (3 pontos)

– Sempre (4 pontos)

c) Tenho alguns tiques nervosos: mexo muito as pernas e no meu cabelo, roo as unhas…

– Nunca (0 pontos)

– Poucas vezes (2 pontos)

– Frequentemente (3 pontos)

– Sempre (4 pontos)

d) As coisas caem das minhas mãos.

– Nunca (0 pontos)

– Poucas vezes (2 pontos)

– Frequentemente (3 pontos)

– Sempre (4 pontos)

e) É muito difícil dormir a noite, não consigo parar de rolar na cama.

– Nunca (0 pontos)

– Poucas vezes (2 pontos)

– Frequentemente (3 pontos)

– Sempre (4 pontos)

f) Costumo chorar muito.

– Nunca (0 pontos)

– Poucas vezes (2 pontos)

– Frequentemente (3 pontos)

– Sempre (4 pontos)

3. Escala de sintomas físicos

a) Costumo ter sensações de angústia ou apreensão.

– Nunca (0 pontos)

– Poucas vezes (2 pontos)

– Frequentemente (3 pontos)

– Sempre (4 pontos)

b) Percebo que estou inquieta ou nervosa.

– Nunca (0 pontos)

– Poucas vezes (2 pontos)

– Frequentemente (3 pontos)

– Sempre (4 pontos)

c) Percebo episódios de taquicardia.

– Nunca (0 pontos)

– Poucas vezes (2 pontos)

– Frequentemente (3 pontos)

– Sempre (4 pontos)

d) Chego ao fim do dia muito cansada, inclusive me pergunto se conseguirei levantar no dia seguinte.

– Nunca (0 pontos)

– Poucas vezes (2 pontos)

– Frequentemente (3 pontos)

– Sempre (4 pontos)

e) Tenho muitos problemas para dormir, durmo mal e no dia seguinte, às vezes, acabo cochilando sem perceber.

– Nunca (0 pontos)

– Poucas vezes (2 pontos)

– Frequentemente (3 pontos)

– Sempre (4 pontos)

f) Quase todos os dias sinto dor de cabeça, pescoço ou nas costas…

– Nunca (0 pontos)

– Poucas vezes (2 pontos)

– Frequentemente (3 pontos)

– Sempre (4 pontos)

Interpretação do teste de ansiedade

pensamento-positivo

0 – 18 pontos – Ausência de ansiedade

É possível que em algumas ocasiões você se sinta mais nervoso do que o habitual, mas sua resposta perante situações de ansiedade é adequada e dentro do normal. Muito bem!

19 – 36 pontos – Nível de ansiedade leve ou moderado

Ainda está dentro do limite da normalidade, mas é preciso ter cuidado, porque apesar de não ser um nível elevado pode se desenvolver caso limites não sejam estabelecidos, principalmente frente a algum problema ou uma sobrecarga. Ou seja, você está no limite do normal, mas é preciso atenção, pensar mais em sua saúde e na necessidade de controlar melhor suas emoções.

37 – 54 pontos – Ansiedade alta

Cuidado! Seus níveis de ansiedade estão muito altos! É hora de fazer mudanças, se movimentar e se conscientizar de que existem muitos pontos em sua vida que precisam melhorar para que isso não se reflita em sua saúde.

Se você não der a devida atenção à sua ansiedade poderá sofrer de problemas emocionais e de saúde. Comece conduzindo sua vida de uma forma mais relaxada, deixe que te ajudem e faça as mudanças adequadas.