Tossir para frear um repentino ataque cardíaco? - Melhor com Saúde

Tossir para frear um repentino ataque cardíaco?

Ainda que em nenhum caso possa-se considerar como uma técnica de primeiros socorros e não existam provas concludentes, tossir pode nos ajudar a controlar o ataque cardíaco, enquanto esperamos por um atendimento médico adequado.
Tossir para frear um repentino ataque cardíaco?

Há determinados sinais que podem nos alertar de um ataque cardíaco:

  • coração começa a bater uma forma irregular, sem compasso.
  • Sentimos fraqueza, à beira de um desmaio.

Os primeiros passos diante de um ataque cardíaco

Homem com sintoma de ataque cardiaco

Antes de tudo, temos que nos concentrar em dominar o pânico inicial. Começaremos a tossir o mais forte que pudermos, de forma repetida.

Temos que sentir como nosso peito nota os efeitos em cada ocasião que tossimos.

  • Antes de fazer cada tosse, inspiraremos com força. É importante tossir profundamente, prolongando o barulho derivado da tosse, o quanto puder.
  • Esta ação deve ser repetida a cada dois segundos, sem parar, até que possamos receber assistência médica.

Leia também: 7 dicas para ter um coração saudável

A eficácia de tossir

Por que é eficaz tossir diante de um ataque cardíaco? As inspirações profundas vão subministrar oxigênio aos pulmões.

Além disso, os movimentos que realizamos ao tossir comprimem o coração, o que faz com que o sangue continue circulando.

Seria algo como uma massagem cardíaca.

O ataque cardíaco e a parada cardíaca

Existe a tendência de confundir ambos os conceitos. A realidade é que uma coisa não é a mesma que a outra.

Porém, é certo que ambas as situações podem ter causas muito parecidas (normalmente problemas de circulação sanguínea e de subministro de sangue ao coração).

Parada cardíaca

Homem tendo um ataque cardiaco

A parada cardíaca acontece quando o fluxo de circulação do sangue em nosso organismo diminui. O que acontece neste caso é que as contrações do coração vão ficando cada vez mais frágeis e irregulares.

  • Desta forma, as diferentes partes de nosso organismo começam a receber um subministro de oxigênio insuficiente.
  • Por causa desta diminuição na quantidade de oxigênio, a pessoa perde a consciência.

Ataque cardíaco

Um ataque cardíaco, conhecido como infarto, acontece quando o fluxo sanguíneo é cortado em um ponto concreto do coração, normalmente por uma obstrução das artérias.

A consequência disto é que as células da região específica morrem.

  • Se o tratamento oportuno não for proporcionado, com o tempo estas modificações no subministro de sangue e oxigênio ao coração causarão um grave dano no músculo cardíaco e nos tecidos.

Os sintomas associados a um ataque cardíaco que devemos reconhecer para atuar rapidamente incluem:

  • Falta de ar
  • Dores no peito
  • Fadiga
  • Enjoos
  • Náuseas
  • Sudoração excessiva

Modo de agir diante de um ataque cardíaco

  • A primeira coisa que devemos fazer quando sentimos mal-estar físico e dores cardíacas que poderiam ser suspeitas deve ser ligar para a emergência.

Não importa o que estamos fazendo. Por exemplo, se estivermos dirigindo, pararemos o veículo rapidamente e chamaremos ao serviço de emergência.

  • É importante evitar ao máximo dirigir por conta própria.

Em qualquer momento pode-se perder o conhecimento enquanto dirige e isso traria consequências fatais (não só para quem está sofrendo o ataque cardíaco, como também para os pedestres na rua, outros veículos, etc.).

  • Se for a primeira vez que você tem um infarto, tomar uma aspirina é uma boa ajuda para melhorar o fluxo sanguíneo e relaxar as artérias.
  • Se você já estiver recebendo um tratamento médico, com certeza terá algum tipo de medicamento betabloqueador que podem te ajudar a parar e controlar o ataque cardíaco.
  • Determinadas atitudes iniciais, como permanecer quieto para que o músculo cardíaco cansado não trabalhe muito e bater forte na região do peito, também ajudam muito.

Visite também o artigo: Bebidas saborosas para desobstruir as artérias

Alguns conselhos para evitar o ataque cardíaco

Mulher com mão do lado do coração

  • O exercício físico é fundamental. Na academia, o com uma caminhada por dia pela manhã ou à tarde.
  • Os ecocardiogramas determinam a regularidade do nosso ritmo cardíaco. É recomendável fazê-lo a cada seis meses.
  • O alho cru contém uma substância denominada alcalina, muito positiva para a saúde do coração.
  • Dormir bem. É importante ter um bom hábito de sono e conseguir um descanso adequado.
  • As vitaminas do complexo B podem ampliar os vasos sanguíneos, e conseguir fazer com que a circulação do sangue seja fluida.
  • Uma vida sexual plena ajuda a manter o coração saudável.
  • A pressão arterial deve ser controlada regularmente. É preciso mantê-la estável para prevenir um ataque cardíaco repentino.
  • O cigarro é muito prejudicial para nossa saúde, e também no caso de um potencial ataque ao coração.

Imagem principal oferecida por © wikiHow.com