Câncer: conheça um tratamento gratuito e preventivo

Um tratamento gratuito contra o câncer

Embora ela não seja recomendada durante períodos prolongados, a exposição moderada ao sol sem protetor pode nos ajudar a prevenir o câncer, já que estimulamos a produção natural de vitamina D3.

Diversas denúncias foram feitas sobre como grandes indústrias farmacêuticas e órgãos sanitários norte americanos ocultaram ou distorceram valiosíssimos benefícios de um hormônio para prevenir e curar muitas doenças, dentre elas, o câncer.

E o melhor, este hormônio é totalmente gratuito, o que não agrada àqueles que investem tempo e dinheiro em descobrir novos fármacos para vendê-los por preços altíssimos.

Um tratamento gratuito contra o câncer

Estamos falando aqui da vitamina D3, um hormônio que nosso corpo produz de forma natural com uma exposição moderada ao sol para assimilar os raios UV sem protetores solares.

Tomar sol nas horas de maior intensidade, entre as 10 e as 14 horas, durante 10 ou 15 minutos diários, permite corar a pele sem danificá-la. Este é o sinal de que adquirimos o efeito esperado tomando sol, que nada mais é do que a produção de vitamina D3.

Um tratamento gratuito contra o câncer

As campanhas para evitar a exposição ao sol sem protetor solar são muito comuns, elas sempre enfatizam que este hábito é totalmente prejudicial à população. Mas, em um estudo recente, ficou comprovado que 50% a mais dos casos de câncer de mama estão relacionados a mulheres que não tomam sol e possuem baixos índices de vitamina D3.

Mas repare, não aconselhamos de maneira alguma que a exposição ao sol nas horas mais intensas seja exagerada, é importante respeitar o tempo de 10 a 15 minutos para que não se desenvolva um problema mais grave, como o câncer de pele, já que tudo em demasia pode ser prejudicial.

Prevenir é melhor que remediar o câncer

Por tudo isso, a exposição ao sol (ou banho de sol) moderada, sem protetor solar, é básica para prevenir e ajudar em muitas situações de saúde, além, é claro, de exames clínicos para detectar a deficiência da vitamina D3 no organismo.

É muito importante realizar exames periódicos para saber se nossos níveis de vitamina D3 são suficientes, afinal, sua escassez também pode ser um índice para detectar um problema grave de saúde.

O ideal é apresentar 50 ng/ml (nano gramas por ml) ou mais, o que nos ajuda a prevenir e evitar muitas doenças.

A vitamina D3 como complemento para evita o câncer

Se por questões de clima, falta de tempo ou qualquer outra circunstância não for possível tomar um pouco de sol diariamente, então é conveniente adicionar a vitamina D3 como complemento alimentício em nossa dieta.

Afinal, será a mesma vitamina que o corpo gera com a exposição ao sol e é muito mais potente que a vitamina D2.

Uma capsula de 0,025 mg desta vitamina, 4 vezes ao dia e um pouco antes das refeições é como uma dose suficiente em adultos como prevenção para manter os níveis ótimos, mas, como tratamento para restabelecer estes níveis seria necessário duplicar ou triplicar a dose. De acordo com o caso, seria necessário consultar um médico antes de fazer uso do suplemento.

A vitamina D3 como complemento para evita o câncer

Também é possível adicionar alimentos ricos em vitamina D, mesmo que talvez não alcancemos a dose diária necessária. É possível encontrar esta vitamina em peixes como a sardinha, o arenque, as anchovas, a cavalinha, o salmão, o óleo de fígado de peixe, além de em nata ou manteiga natural, ovos e fígado de boi.

Problemas por déficit de D3

O déficit de vitamina D3 pode desenvolver problemas sérios, tanto tumorais quanto no aparato circulatório ou no aparato osteoarticular. Ainda que este hormônio realmente atue em muitos outros sistemas e processos do organismo humano.

Para se ter uma ideia, podemos nomear mais uma série de problemas que podem surgir devido ao déficit desta vitamina, tais como: câncer, hipertensão, doenças cardíacas, obesidade, diabetes I e II, artrite reumatoide, esclerose múltipla, doença de Crohn, doença inflamatória do intestino, sinais de envelhecimento, Alzheimer, demência, eczema e psoríase, insônia, perda da audição e muitas mais.

Imagens oferecidas por Eljoja, Hector y Choo