Truques para não voltar a engordar após uma dieta - Melhor com saúde

Truques para não voltar a engordar após uma dieta

Muitas vezes, o corpo nos pede comida quando na verdade o que sentimos é sede. Lembre-se de ingerir líquidos com frequência para eliminar toxinas. Os chás ajudam a queimar gordura e eliminar líquidos.

Depois das festas de fim de ano, chegam as boas intenções e a primeira delas é a dieta para começar o ano no caminho certo pra chegar ao peso desejado. Mas, tão importante quanto a dieta que escolhemos, são as dicas que nos ajudarão a tornar a dieta efetiva e a não ganhar peso depois de atingirmos nosso objetivo.

A seguir, explicaremos alguns truques para que você se alimente de forma adequada, sacie sua fome com uma menor quantidade de comida e combine melhor os alimentos para se manter saudável e com o peso equilibrado.

Evite dietas hipocalóricas

As dietas com poucas calorias não são as maneiras mais saudável de perder peso, já que submeteremos o corpo a um alto nível de estresse, se não oferecermos o que ele necessita. Por isso, depois dessas dietas, o corpo tem mais ânsia de recuperar o que foi perdido e costuma até tentar manter reservas.

Por isso, recomendamos consumir as calorias necessárias, porém, melhorando a qualidade dos alimentos e aumentando a rotina de exercícios físicos.

salada-cyclonebill

Evite dietas com alto teor de proteínas

As dietas que diminuem as proteínas bruscamente não são saudáveis. Mesmo que com estes tipos de dieta você não perca peso em pouco tempo, o corpo também se verá obrigado a realizar um esforço excessivo, especialmente o fígado e os rins.

Se obrigamos nossos órgãos a trabalharem além do que suportam, isto afeta o corpo a longo prazo, afinal, todo estresse tem efeitos secundários.

A proteína deve estar inserida em nossa dieta, mas acompanhada também por vegetais, frutas e hidratos de carbono.

Mastigue bem

Este passo é fundamental não apenas para digerir bem os alimentos, como também para aumentar a sensação de saciedade, o que fará com que comamos menos, já que a forme dura pelos menos 20 minutos quando começamos a comer.

Por isto, mastigue até sentir que a comida está praticamente líquida em sua boca.

Atenção às combinações de alimentos

Os alimentos não engordam a mesma quantidade, de acordo com a maneira como os combinamos, por isso é importante não misturar muitos alimentos em uma mesma refeição. Por exemplo, uma refeição diária pode ter apenas uma opção de cada uma destas três categorias:

  1. Proteína: carne, peixe, ovos, legumes.
  2. Hidratos de carbono: macarrão, arroz, batata, pão etc.
  3. Vegetal: verduras, saladas, gaspacho, etc.

Tente evitar sobremesas, mas, caso opte por elas, coma apenas uma maçã ou uma pera. As frutas cítricas tornam as refeições menos digestivas, a melancia e o melão são exemplos de frutas que pioram muito a digestão, fermentam e podem causar inchaço, gases etc. Os lácteos também não combinam com outros alimentos.

salada-completa-diekatrin

Escolha alimentos que saciam

Os alimentos que saciam são ideais para pessoas com bom apetite, ou seja, levam muito tempo para perder a fome.

Uma boa opção são as vitaminas de fruta, na qual é possível combinar algumas frutas e batê-las com água, além de adoçá-las com um pouco de estévia, se necessário.

Os sucos naturais não proporcionam a sensação de saciedade, já que na maioria dos casos não contêm a fibra da fruta.

Outra opção muito saudável é o gaspacho, um batida de vegetais (tomate, pimentão, pepino…) que deve ser tomada sem coar, para que conserve sua fibra natural.

gazpacho-HarlanH

Além disso, sempre que pudermos, devemos optar por alimentos integrais (pão, arroz, macarrão etc.), pois saciam mais a fome e são mais nutritivos.

Ingira líquidos

Muitas vezes, o cérebro nos pede alguns tipos de bebida, como um refrigerante, uma cerveja ou suco, quando na realidade não é apenas um desejo, mas um sinal de que nosso próprio organismo está pedindo água, pois tem sede. Além disso, beber água nos ajuda a eliminar toxinas que se acumulam no organismo.

É importante que a água esteja a temperatura ambiente e que evitemos a água muito gelada, que pode resfriar nosso sistema digestivo, dificuldade, obviamente, a digestão dos alimentos.

A quantidade ideal de água a ser ingerida é de 6 a 8 copos de água, entre as refeições, mas também podemos optar por infusões.

Os chás verde e vermelho, por exemplo, ajudam a eliminar o excesso de líquidos do organismo e a queimar o depósito de gordura.

Podemos preparar um litro de chá por dia, o qual tomaremos um pouco depois do café da tarde para evitar problemas de insônia, mesmo que não contenham muita teína. Podemos adicionar um pouco de suco de limão e adoçar com stévia.

Imagens oferecidas por  cyclonebill, diekatrin y HarlanH