Usar sutiã influencia no desenvolvimento de câncer de mama?

Usar sutiã influencia no desenvolvimento de câncer de mama

Ao não usar sutiã, o movimento natural proporciona uma massagem que estimula a circulação linfática. Assim, facilita-se a eliminação de toxinas e reduz-se o risco de tumores.

Os sutiãs se tornaram uma necessidade para a maioria das mulheres na atualidade, pois eles cumprem com a tarefa de dar aos seios mais firmeza e cobrir esta parte tão íntima para elas. Com o passar dos anos os sutiãs se transformaram em uma parte importante da moda, pois é uma roupa feminina que destaca uma das partes mais atrativas da mulher na hora de seduzir. Entretanto, desde o século passado estão desenvolvendo pesquisas nas quais se procuram encontrar os efeitos negativos do uso do sutiã na saúde dos seios e, de fato, foi constatado que os sutiãs podem se transformar no inimigo da mulher.

De acordo com estudos, usar um sutiã apertado (é importante esclarecer que se trata daqueles que “comprimem” e causam mais força nesta parte do corpo) durante muitas horas do dia, dificultando a drenagem linfática dos seios e aumentando sua temperatura, influenciam no aumento do risco de patologias da mama.

Sutiãs e a circulação linfática

Desde os anos 30 começaram a se realizar pesquisas sobre a relação que existe entre os sutiãs e o desenvolvimento do câncer de mama. Os estudos continuaram avançando e um dos mais recentes verificou que o uso de sutiãs pode chegar a comprimir os diversos gânglios e canais linfáticos, evitando que as toxinas possam ser eliminadas de forma natural através da drenagem linfática se acumulando nas mamas e com o tempo gerando cistos, nódulos fibrosos e em alguns casos, tumores cancerígenos.

Câncer de mama

Quando as mulheres utilizam um tamanho de sutiã não adequado para os seus peitos e os apertam, os capilares e vasos linfáticos se comprimem e obstruem a circulação. Mas, além disso, os sutiãs também fazem com que a temperatura dos seios aumente consideravelmente, devido ao tecido que cobre as mamas e a pressão que exerce sobre elas. Aquelas mamas pré-cancerosa ou cancerosas têm uma temperatura mais alta que as saudáveis. 

Seios livres: uma massagem natural

Quando uma mulher não usa um sutiã, os seus seios estão livres, e o movimento natural que acontece ao caminhar produz uma massagem que estimula a boa circulação da linfa. Desta forma, promove a eliminação de toxinas e existe um menos risco de sofre de cistos e tumores.

Porém, além disso, descobriu-se que os seios livres tendem a ter menos incômodos  e dores frequentes em comparação com as mulheres que usam o sutiã. Dois cirurgiões britânicos especialistas em patologia da mama decidiram fazer um experimento para determinar se o não uso de sutiã poderia diminuir as incômodas dores nos seios. Como resultado, verificou-se que, aquelas mulheres que não usaram sutiã durante 3 meses, sentiram menos dor nos seios e, inclusive, as dores haviam desaparecido.

Uma falsa necessidade da mulher de hoje em dia

Falsa necessidade - seios

Com o sucesso que  a industria têxtil teve na fabricação de sutiãs de todos os tipos, costuma-se dizer que não usar o sutiã pode aumentar a queda dos seios. Muita mulheres se baseiam nesta ideia e com o medo de que seus seios percam firmeza utilizam o sutiã inclusive para dormir. Entretanto, desde o ano de 1978 vários estudos médicos realizados na França, Estados Unidos, Japão e Grã-Bretanha indicaram que  quanto a  isso ocorre exatamente o contrário, e o uso do sutiã pode estimular a queda dos seios. É um assunto muito discutido, pois o mito sobre os seios livres e caídos tem ganhado muita força apesar de que não existem estudos médicos que o confirmem.

Estudos mais recentes realizados no Japão e na França revelaram que, ao contrário do que se pensava, o não uso do sutiã ajuda a reafirmar os seios, levanta-os e, inclusive, a qualidade da pele melhora.

E como explicam isso?

Quando uma mulher usa um sutiã constantemente, os ligamentos do Cooper e os músculos da pele, que são o sutiã natural do peito, deixam de cumprir com a sua função, deteriorando-se enquanto os peitos perdem a sua firmeza e caem ainda mais rápido com o decorrer do tempo.

Os seios estão cobertos por uma membrana fina e muito resistente, que se torna mais forte a medida que desempenham sua função. Por sua vez, estão suspensos pelos seus ligamentos, como se fosse uma espécie de rede protetora. Justamente esta é a razão pela qual muitas mulheres têm uma desagradável sensação de aperto quando deixam de usar o sutiã. Não é que os seios estejam caindo, mas, pelo contrário, começam a trabalhar para recuperar sua firmeza.