Vitaminas e minerais que combatem a depressão

Vitaminas e minerais que combatem a depressão

A carência de zinco faz com que não tenhamos vontade de nada. Ela pode estar relacionada com a depressão ou a astenia e entre seus sintomas encontramos a falta de apetite ou a queda de cabelo

 

Os estados depressivos são complicados de tratar quando são crônicos ou graves, ou quando a pessoa já está tomando medicação. Mas podemos preveni-los ou tratá-los em fases precoces quando começamos a sentir que temos dificuldade em aguentar o desânimo, a tristeza, a nostalgia, a ansiedade ou qualquer outro estado emocional negativo.

Neste artigo explicamos quais são as vitaminas e os minerais que influem diretamente no sistema nervoso para favorecer estados de ânimo positivos para que voltemos a nos sentirmos contentes, tranquilos e com alegria de viver.

 

Vitamina C no combate da depressão

A vitamina C é fundamental para fortalecer o sistema imunológico, mas ela também exerce uma função muito importante sobre o sistema nervoso, já que sua carência pode provocar sensação de fadiga e tristeza. Se sofrermos de uma deficiência leve, ela não nos vai causar um dano importante, mas se for crônica e estiver associada a outros fatores, ela pode desencadear estados depressivos.

Também é recomendável tomar vitamina C quando estivermos sofrendo um estresse físico e mental importante, já que nos ajudará a prevenir a oxidação que causa no organismo e que também influi em estados de ânimo negativos.

A melhor opção para consumir vitamina C são os cítricos. Sempre que forem ecológicos, podemos consumir também sua casca, que tem inclusive mais propriedades.

Outros alimentos ricos em vitamina C:

  • Goiaba
  • Groselha
  • Kiwi
  • Framboesa
  • Pimenta vermelha crua
  • Brócolis
  • Espinafre

Alimentos que ajudam a combater a depressão

Vitamina B6

A vitamina B6 ou piridoxina está implicada no controle de sintomas como a ansiedade ou a depressão. Sua carência provoca uma irritabilidade importante, enquanto que ao tomá-la de novo podemos notar com certa rapidez como ela potencializa o bom humor.

A vitamina B6 se encontra nos seguintes alimentos:

  • Frango
  • Peixe
  • Banana
  • Batata
  • Feijão
  • Cereais integrais

A maneira mais saudável de alcançar todos os dias a quantidade necessária de B6 pode ser acompanhando as refeições com um pouco de arroz integral ou aveia como substituição do pão.

Vitaminas que combatem a depressão

Ácido fólico

Numerosos estudos destacaram a relação que há entre as pessoas que sofrem com depressão e de deficiência da vitamina B9, também conhecida como ácido fólico. Segundo várias pesquisas, os baixos níveis dessa vitamina podem provocar uma diminuição na produção de serotonina, que é crucial para prevenir  a depressão.

Esses dados nos confirmam a importância deste nutriente para combater também os estados de melancolia e tristeza, os quais podem derivar em transtornos mais graves se não forem tratados da maneira adequada.

Alimentos ricos em ácido fólico:

  • Fígado de vitela, de frango e de peru
  • Vegetais de folha verde
  • Cereais integrais
  • Aspargos
  • Melão
  • Abacate
  • Laranja
  • Banana

 

Zinco

Nos últimos anos foi descoberto que o zinco é uma peça chave na neurotransmissão do sistema nervoso, e também que sua consequente carência pode estar associada à depressão, à astenia e a outras patologias.

Alguns sintomas da carência de zinco são a falta de apetite, a queda de cabelo e a facilidade pra ficar doente.

O consumo de zinco é muito recomendado quando a depressão está relacionada com o início da menopausa, já que este oligoelemento também tem a capacidade de regular as mudanças hormonais.

Alimentos ricos em zinco:

  • Fruto do mar
  • Peixe
  • Carne
  • Nozes
  • Sementes de abóbora
  • Sésamo
  • Germe de trigo
  • Cereais integrais

 

Alimentos com zinco para combater a depressão

Magnésio

O magnésio é imprescindível para desfrutar de uma boa saúde física e mental. É um regulador do sistema nervoso que previne a insônia, a ansiedade, a hiperatividade, a inquietação, os ataques de pânico, as fobias, o estresse e a depressão.

Mas a alimentação de hoje em dia é muito pobre nesse mineral devido aos sistemas de cultivo atuais, de modo que a maioria das pessoas não consome a quantidade de magnésio que o nosso organismo precisa.

Alimentos ricos em magnésio:

  • Moluscos
  • Leite e queijo
  • Frutos do mar
  • Caviar
  • Carne vermelha
  • Sementes de abóbora
  • Amaranto
  • Quinoa
  • Vegetais de folha verde
  • Figo

Recomendamos consumir um suplemento de magnésio, sempre sob supervisão médica. Mas não há risco caso tome em excesso, pois o corpo o armazena no intestino e o elimina com os sedimentos, sem nenhum perigo para a saúde.