Você é mulher e tem mais de 40 anos? Aprenda tudo sobre perder peso - Melhor Com Saúde

Você é mulher e tem mais de 40 anos? Aprenda tudo sobre perder peso

40 anos

Perder peso depois dos 40 anos realmente é mais difícil do que aos 20 ou aos 30, mas nem por isso esta temida tarefa se torna impossível. Com as atitudes certas e muito esforço e determinação, é possível perder os quilos a mais em qualquer idade.

Para que possamos triunfar nesta árdua batalha, vamos explicar o que acontece com o nosso organismo com o passar dos anos, além de dar dicas de como superar as novas dificuldades e emagrecer de vez.

Por que é tão difícil emagrecer após os 40 anos?

O principal motivo que dificulta a perda de peso depois dos 40 é o metabolismo. A taxa metabólica basal, que representa a quantidade de calorias que o corpo precisa diariamente para manter o peso, se reduz com o passar do tempo. Assim, se continuarmos comendo aos 40 o que comíamos aos 30, provavelmente iremos engordar.

Além do metabolismo, outro fator que costuma atrapalhar a perda de peso é a dificuldade de encontrarmos tempo para nos alimentar corretamente e fazer atividade física. Com os filhos e o estresse no trabalho, estamos cada vez mais ocupadas e fazendo refeições rápidas.

As mulheres ainda têm que lidar com as mudanças hormonais que podem ocasionar o ganho de peso, e com a perda de massa magra que ocorre muito mais rápido a partir desta idade, criando uma combinação de obstáculos difíceis de serem superados.

Difíceis, mas não impossíveis.

perder-peso

Como perder peso após os 40 anos?

Vamos falar sobre algumas dicas e orientações para quem está tendo dificuldade em emagrecer após os 40. Lembre-se de que é fundamental ter paciência, já que os resultados virão, ainda que eles demorem em aparecer.

1. Não faça dietas restritivas

Se estes 40 anos nos ensinaram algo, é que dietas muito restritivas não funcionam a longo prazo. Você não quer correr para entrar em um vestido ou para passar o final de semana de biquíni na praia, por isso a chave é perder peso de forma lenta e contínua.

Reduza as porções para diminuir o número de calorias consumidas diariamente, de forma a criar o déficit calórico que seu corpo precisa para emagrecer. Mesmo que demorem mais a sumir, os quilos perdidos não serão recuperados.

2. Mantenha uma alimentação saudável

Hábitos alimentares saudáveis são fundamentais para perder peso. Aposte no consumo de frutas, vegetais e legumes, combinando-os com proteínas magras como peixes e frango, e grãos integrais.

Evite o açúcar, sal em excesso, farinha branca, gordura, refrigerantes, bebidas alcoólicas, frituras e alimentos processados. Tente também criar o hábito de beber 8 copos de água por dia.

3. Tente dormir 8 horas por dia

A importância do sono costuma ser subestimada, mas dormir bem é um fator crucial para a perda de peso. Com o passar dos anos, costumamos dormir cada vez menos horas, e isso afeta a produção de dois hormônios associados justamente à fome e à saciedade, dificultando o emagrecimento.

4. Pratique atividade física regularmente

exercicio-fisico

Com o passar dos anos, temos uma tendência a reduzir a regularidade e a intensidade dos exercícios físicos, o que torna mais difícil a tarefa de manter o peso ou emagrecer.

Se você se sentir bem e confiante, pode correr ou fazer aquela aula super forte de spinning, mas não há problema nenhum se você não gostar de exercícios muito intensos. Se sentir dor nos joelhos ou nas articulações ao praticar atividades de alto impacto, elas podem até ser prejudiciais à sua saúde.

Escolha uma atividade que você realmente goste e que lhe dê prazer, e tente praticar ao menos três vezes por semana. Pode ser uma aula de dança, uma caminhada no parque ou uma aula de natação; o importante é se mexer com frequência e aumentar os batimentos cardíacos.

5. Respeite os horários das refeições

Outra forma de lutar contra o metabolismo que vai ficando preguiçoso é fracionar a ingestão de alimentos ao longo do dia. Tente comer de 3 em 3 horas e fazer 6 refeições ao dia, assim você não passará fome e queimará calorias de forma constante.

Com o passar dos anos, o horário das refeições também passa a influenciar mais o emagrecimento. No jantar, opte por uma refeição leve, como uma sopa ou um grelhado com legumes. Evite exageros à noite para não sabotar seu plano de perda de peso.

Por outro lado, aproveite o café da manhã para comer bem, já que seu corpo terá o dia inteiro para queimar as calorias. Esta realmente é a refeição mais importante do dia, e estudos mostram que quem toma um café da manhã reforçado come menos nas refeições seguintes.

6. Consulte o seu médico

Se mesmo com estas mudanças você não estiver notando nenhuma diferença, vale a pena consultar um médico endocrinologista, pois pode se tratar de um problema metabólico ou hormonal.

Disfunções na tireoide, por exemplo, são muito mais comuns em mulheres e reduzem drasticamente o metabolismo. Além de dificultar o emagrecimento, elas podem até causar o ganho de peso.

Por isso, é importante fazer um check-up para garantir que seu corpo não esteja interferindo na perda de peso e nem em seus esforços.